Escritas do fundo do mar

17
Abr 08
Antes de começar, é favor seleccionar a faixa 7 ali no Bilhete Sonoro do lado direito… não, não… a 7! Eu espero… já está?

Pois é, há dias assim em que do impossível se faz possível, em que do sonho se faz realidade e em que da esperança se faz vitória! Na batalha naval da segunda circular, conseguimos 5 tiros certeiros no porta-aviões. Certinho, direitinho! Depois de termos perdido um barco de 2 canos, perseguimos furiosamente a frota inimiga. Na senda do afundamento do navio principal, ainda perdemos um submarino, no entanto nada fez mossa numa noite onde os marinheiros eram todos verdes!

Não houve tempestade nem bonança, que questionasse se verde era a esperança! Muitas eram as mãos que se despediam com alegria, num adeus a 5 dedos. Este era um dos muitos malucos que por lá andava…




Na dúvida entre a doença efectiva e a paixão doentia, prevaleceu a segunda, e da mistura entre espirros e golos, se fez da noite uma glória e se fez da história uma eternidade! Mudam as marés, mudam os marinheiros, mas a cor desta noite ninguém esquecerá!

Nos anais da memória (e nos outros) fica a marca do sismo de grau 5.3 na escala de Richter,* do novo livro de Os Cinco e o cemitério das águias mortas,* do facto de voltar a escrever às 5 para as 3, do Venham mais 5* do Zeca Afonso, de beber chá (verde) das 5 e desculpem lá mas 5 muito* se não consigo parar com o regozijo! E ainda houve 6 milhões de portugueses que hoje tiveram uma 5pe (síncope) cardíaca*!

Abraços verdes para todos!




* Copyright by
Bilhetado por Brunorix às 15:10
tags:

oh, não gostei daquela das águias mortas...........
Patti a 18 de Abril de 2008 às 21:54

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16

20
25
26

27


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes