Escritas do fundo do mar

27
Ago 08













Ficam as imagens da saudade e do caminho percorrido. O país que não se espreita (que maleita!), merecia outro olhar. Nem depressa, nem devagar. No ritmo certo, de peito aberto a sentir o palpitar da viagem, e da imagem!

São estes alguns dos caminhos de Portugal. Passado o pleonasmo da frase emigrantemente conhecida, fica o reconhecimento de que até é verdade. Que saudade!
Bilhetado por Brunorix às 12:17
tags:

E já vi que esteve no meu Porto. É lindo, não é?
Carlos Barbosa de Oliveira a 27 de Agosto de 2008 às 23:02

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
28
30

31


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes