Escritas do fundo do mar

17
Abr 08
Acometido que fui, por uma gripose castigante pela estupidez já característica, deparei comigo na situação de confinado ao conforto do lar, mais especificamente, no sofá.

Nas várias horas que deitado passei (foram quase 3 dias), atravessei muitos momentos de cinzentude emocional, que se caracterizavam por estados febris que não permitiam concentrar os olhos o suficiente para ler, que não me deixavam dormir muito por estar desconfortável e sempre a tossir, e que por isso, me impeliram na direcção da alternativa que tinha: ver televisão!




Medo! O pânico, o horror! Passei da constipose a uma estupidificação mental, além de uma deslocação do maxilar inferior, perante a estupefacção do que os meus olhos viam. É mau demais para ser verdade, senão vejamos…

Entre as barbaridades do Alberto João Jardim, que até já recebe o “Sr. Silva”, embora chame malucos aos restantes membros do Governo Regional, a deficiência mental de Fátimas Lopes, Praças da Alegria e outros que tais, passando por Portugal no Coração e Morangos com Açúcar temporada 350, tudo merece destaque. No entanto, o Óscar do momento televisivo mais tenebroso vai para a altura em que depois de ter conseguido adormecer debaixo da saraivada de berros histéricos da Júlia Pinheiro (obrigado febre!), abro os olhos num acordar estremecido e fui confrontado com o pesadelo real de ver o Manuel Luís Goucha com um pepino e uma courgette em cada mão a anunciar qualquer coisa! Eu, na minha inocência, acho que era um livro de culinária, mas como o pânico me acometeu (não confundir com a-cu-meteu) de um impulso instintivo de mudar o canal, não tenho a certeza. Reflectindo agora sobre o personagem principal e os belos legumes que ostentava com orgulho, consigo imaginar mais uns quantos cenários bem dantescó-vegetais!

É depois destas experiências traumatizantes, que eu apelo a todos, em nome dos acamados de Portugal (em especial os que não têm TV por cabo!), por favor ajudem-nos a criar um canal novo, porque ninguém consegue melhorar (arriscaria até a dizer que piora) se só tiver os nossos canais pela frente o dia todo! Ligue já para o 53 53 53 (rede de Lisboa – valor da chamada 53 cêntimos), ou faça o seu depósito na conta 5353 535353535353 535353, e contribua para o canal do acamado! (não sei o que se passa hoje, mas o número 5-3 não pára de surgir!)


P.s. – Muito obrigado ao Blockbuster que me salvou do que podia ter sido pior!

Bilhetado por Brunorix às 13:32

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16

20
25
26

27


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes