Escritas do fundo do mar

22
Jun 08
Ao meio que me viu nascer, ao meio onde cresci e aprendi a respeitar o que nos rodeia. Ao meio que nos transporta para a levitação do sonho e para o pairar da certeza calma. Ao meio que nos envolve num abraço apertado. Ao meio onde o som é a beleza do silêncio. Ao meio onde todos somos um só no seu interior. Ao meio… e à ponta e ao centro e em todo o lado!

Ao meio onde me sinto, literalmente, como peixe na água!




Foi assim ontem à noite em Sesimbra. Foi assim que salvei uma semana terrível. Foi assim que me lembrei onde pertenço. Foi assim que voltei ao local de onde nunca devia ter saído. Foi assim que comemorei as voltas que a vida dá e que percebi que anda tudo ao contrário. Excepto esta posição que é a correcta…




Obrigado aos que me mostraram que o melhor do mundo é dentro de água. Obrigado aos que me acompanham e partilham esta paixão. Obrigado a todos os que sentem o mesmo que eu, pela sensibilidade que revelam. Obrigado aos que me ensinaram e me deixam partilhar.

E se da imagem faço palavra, da sensação faço felicidade. Porque acredito que o pleno da satisfação e do prazer pode ser, e é, atingido aqui. Continuarei na senda do sonho e jamais me afastarei tanto tempo, sejam quais forem as condicionantes. Se o bom filho a casa retorna, o bom peixe de casa não sai!







P.S.1 - E obrigado ao Carlão pelas fotos!

P.S.2 - E sempre uma estrela do mar por perto...



Bilhetado por Brunorix às 12:10
tags:

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

19
21

23
24
26
28

29


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes