Escritas do fundo do mar

17
Jul 09
Saía pela janela da Mãe
Entrava pela porta do Pai

Saltava da algibeira do Pai
Escondia-se na mala da Mãe

Deixava a obrigação da Mãe
Escolhia a imposição do Pai

Despia o verde do Pai
Vestia o azul da Mãe

Estudava a facilidade na Mãe
Decorava uma fraqueza no Pai

Fugia da vida do Pai
Fugia da vida da Mãe

Era um Pim-Pais-Pum



Procurava o aconchego da Mãe
Chorava no ombro do Pai

Abraçava a distância do Pai
Escrevia a imagem da Mãe

Absorvia as entrelinhas da Mãe
Decorava os cabeçalhos do Pai

Os pais fugiam-lhe da vida
A vida fugia-lhe dos pais

Era um Pim-Pais-Pum



Para F e M, os miúdos do momento.
Bilhetado por Brunorix às 17:36

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
16
18

19
20
23
24

26
28
29
31


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes