Escritas do fundo do mar

01
Nov 08
ATordoado


“Cavalo à Solta” escolhido em acordo
Galopou em campo familiar
Fomos gomos de um fruto Tordo
Lemos claro no partilhar
Sentimos notas de vivência
Cantámos passos de experiência

Se d` “As 3 vidas” uma eu bordo
Em noite de um também Ary
Foi “Tourada” de um bicho Tordo
Que (en)cantou memória que ouvi
Começou o filho, seguiu-se o pai
Certos que o erguido já não cai

E quando direito escrevo Tordo à esquerda
Faço de Abril memória de poema
Para cantar num livro sem prantos
A eternidade desse grande dos Santos
Em qualquer noite e sem problema

E se dos poetas reza a história
Dos que cantam ficam visões
Somos filhos do “Hotel Memória”
Presos na escrita da vitória
Dos que lutam e ganham canções


Bilhetado por Brunorix às 15:31

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

22


30


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes