Escritas do fundo do mar

12
Jun 09
Não estava esquecido. Estava difícil de alcançar o tempo, que se mantinha distante. Deo Gratias que há aviões, comboios e viagens que sendo perto se tornam longas.

Primeiro o atraso na obtenção, segundo a demora na leitura, terceiro a surpresa da obra. Que livro! Duro como todas as realidades, mas bom como todas as boas escritas. Uma pedrada na surpresa lusófona, em tons de samba descoberto.



Padece agora de comentários, pois não se pode deixar passar em Branco a primeira incursão deste Clube em terras de bom bordo. Preparem os estômagos da apatia e agucem a vontade de opinar, pois a calma que se vê neste sorriso vindo do outro lado do Atlântico vem em tons de verdade crua e (bem) escrita.



P.S. - Mais três eleitos irão a votos para a semana. Deixem também as vossas sugestões.

Que murro de qualidade! Esta Sinfonia coloriu o Branco da minha expectativa e deixou-me bastante pensativo.

Os factos da vida, são realidades duras que existem à nossa volta e estão muito bem (d)escritos neste romance. A influência que os comportamentos e as atitudes de uns têm na vida dos outros, neste caso os pais, são cruelmente determinantes.

Um livro sobre mágoas, mas que não me deixou magoado. Antes atento e alerta para o futuro: o pessoal e o de leitor. Uma espécie de alarme de vida para o acordar de realidade. Gostei muito!

Uma escritora para aprofundar e ler mais. Podem (re)conhecer em: http://caquiscaidos.blogspot.com/
Brunorix a 19 de Junho de 2009 às 12:49

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
17
20

21
25
27

28


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes