Escritas do fundo do mar

23
Nov 08
Domingo de emoções fortes levou-me à Casa das Metáforas para efectivar pela data o que já era de há muito sentido. Este simbolismo de entrar num espaço para dizer ao mundo o que nos vai na alma, não me é entendido no seu todo, mas foi encarado com a honra e o respeito que me merecem.

Feita da meta esta vontade, dei por mim dentro de um embrulho cinzento a ter que explicar num equilíbrio não forçado o que queria que soubessem. No estômago um nó tremendo, na cabeça ideias misturadas, no coração um sentimento certo e no bolso um papel que desembrulhei do mais fundo embargar da minha voz, para que soasse metaforicamente assim:


O nosso jardim

O F. nasceu na minha vida, como fruto de um ventre semeado de amizade por mim e pelos seus pais. Quando ele começou a germinar a sua existência, e a honra do convite se plantou, percebi que na minha árvore de vida, crescera um novo ramo só para sustentar esse mesmo fruto.

Agora que vamos tendo o nosso próprio jardim de cumplicidade, é com muito orgulho que rego o crescimento do F., com todo o acompanhamento que posso, com muita responsabilidade, dedicação e, sobretudo, com todo o amor por um filho que é também um pouco meu. Assim, a sua árvore vai sempre crescer ao lado da minha.

Sorrimos os dois, à sombra das nossas árvores e sabemos que os nossos galhos estão cada vez mais entrelaçados. O F. tem, e terá sempre na sua vida, a certeza de que as raízes do meu sentimento crescem todos os dias mais um bocadinho.

É por isso, que hoje, 23 de Novembro de 2008, lanço de novo à terra do nosso jardim, e perante todos e a convicção de cada um, as sementes dos meus votos de apadrinhar o F. neste crescimento que é a vida.


Ass: O Padinho





O resto da cerimónia foi num senta levanta habitual, enquanto as minhas pernas bamboleavam do nervoso já passado, e as velas se misturavam com as toalhas e as fotos.

Ainda confuso da mistura de sensações, fica a certeza de que tudo o que se faz dentro da nossa convicção merece ser gritado do mais alto sentimento. Bem ou mal, ficou o que me pareceu mais meu!
Bilhetado por Brunorix às 20:31

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

22


30


BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
Encontrar Bilhetes