Escritas do fundo do mar

01
Jun 10

Os ECSITES, as salsichas e as cervejas fazem da distancia a partilha possivel, sem acentos mas com assentos de qualidade, ou nao fosse esta a Alemanha da industria, especialmente aquí em Dortmund.

 

Na viagem surgiu a possibilidade de desviar um aviao com um sumo de laranja, mas como o levantar das 04h da manha ainda estava presente no espirito, decidimos deixar passar esta oportunidade. Tanto esforco a retirar todos os liquidos de mais de 100ml na controle do aeroporto para depois nos oferecerem 200ml a bordo e com um sorriso!

 

 

 

 

No aeroporto de Munique a preocupacao com a solidao era notoria. Para aqueles que viajam sem a cara metade aqui fica a solucao…

 

 

 

Ao jantar o mix de salsichas foi regado com uma dose normal de cervela, ou seja 0,5L em cada "canequinha", o que origina muitas deslocacoes ao wc para ir descarregando tanto liquido. Como temem que estas idas se tornem monotonas nao ha nada como uma distracaozinha.

 

 

Auf Wiedersehen, goodbye a todos os meus Cid`s.

 

 

 

P.s. - Por algum motivo idiota as fotos deitam-se! Deve ser do cansaco...

Bilhetado por Brunorix às 10:19
tags:

17
Mai 10

Em imagens porque as palavras não chegam para descrever tudo: o ambiente, o cheiro, o choque cultural e religioso, a gastronomia, a língua... E mais uma experiência profissional e de vida que ficará gravada no lado positivo da lembrança. Espero voltar com mais tempo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bilhetado por Brunorix às 11:57
tags:

12
Mai 10

Que é como quem diz por terras de Jerusalém: Museu de Ciência.

Bilhetado por Brunorix às 14:10
tags:

07
Fev 10

Despedidas do frio. A neve deixará saudades mas sabe sempre bem regressar a casa. Haverá mais...
























- Posted using BlogPress in Brunorix iPhone

Bilhetado por Brunorix às 20:06
tags:

05
Fev 10

É o que se pode arranjar. As imagens predominam sobre as palavras, mas só enquanto estiver este frio...
















- Posted using BlogPress in Brunorix iPhone

Bilhetado por Brunorix às 17:51
tags:

04
Fev 10

Mais um dia, mais imagens, menos frio. Ou não. Parece que é o mesmo, nós é que já nos estamos a habituar. Não nevava assim em Helsínquia desde 1960! Até para eles é um fenómeno...






































- Posted using BlogPress in Brunorix iPhone

Bilhetado por Brunorix às 17:01
tags:

03
Fev 10

A 4000 km de casa o frio é negativo e o tom branco. O primeiro dia de Finlândia fica nestas imagens... (o que não se perceber fica para a imaginação de cada um!)














- Posted using BlogPress in Brunorix iPhone

Bilhetado por Brunorix às 22:46
tags:

01
Ago 09
A pontaria dos acontecimentos calendarizados, trouxeram-nos ao maior evento desportivo da ilha: o Rali Vinho da Madeira, este ano em comemoração da 50ª edição. Odiado por uns e amado por outros é pelo menos unânime em termos de proveito, já que o magnânime Alberto João concede tolerância de ponto em sexta-feira de ralie. Haja apoio!



O objectivo primeiro da travessia de parte do Atlântico foi cumprido e quase se rebentou a escala em esforço de luta contra as adversidades mas com sabor a vitória. O apoio foi o possível e dentro da possibilidade houve algum. O objectivo segundo virá segunda. 



Mudança de casa e de estilo trocando o rodopiar de um dos principais hotéis do rali, onde estavam pilotos, pilotas, gentes de televisão e demais equipas, pela tranquilidade de uma acolhedora residencial com quartos avivendados e um tanque apiscinado. Trocámos "ouro por pechebeque" na opinião do taxista, mas na verdade sentimos trocar ouro por diamante. Tudo tranquilo.

Bilhetado por Brunorix às 16:06
tags:

30
Jul 09
Este blogue, e a mente retorcida que o alimenta, está oficialmente de férias. Nos próximos dias estaremos algures num dos pontos da foto. Tudo vai mudar depois desta semana e muitas decisões de futuro serão lavradas neste ponto do Atlântico. Com pérola ou sem.

Como não podia deixar de ser, até parece que sabem que venho aqui contar, a viagem de ontem teve os seus contornos. Enquadramento: Terminal 2 do aeroporto da Portela a rebentar pelas costuras, overbookings em todos os voos, as pessoas a refilarem por todo o lado, caos e filas de desespero.

Take 1 (já na fila para o embarque com 1h e 30m de atraso):

Funcionário TAP - Sr. Fulano de Tal?
Eu - Sim?!
Funcionário TAP - Pode passar aqui para este balcão, por favor?

Alerta vermelho nos meus ouvidos. Tu queres ver que...

Funcionário TAP - O seu cartão de embarque por favor...
Eu - Aqui está, fiz o check-in on-line. - Queres ver que não há lugar e já não vou neste...? - Mas há algum problema? - Inquiri com medo da resposta.
Funcionário TAP - Hoje até há vários... a questão é que estamos com excesso de passageiros e...
Eu - E? - Mau... Já tou mesmo a ver...
Funcionário TAP - Bem... o senhor importa-se de ir em executiva?
Eu - Ah bom! - Disse e pensei enquanto o alerta mudava para verde - acho que posso fazer um esforço!

Vai buscar! Bebidinha e comidinha menos má, espaço para as pernas e mais sorrisos. Maravilhas de sentar logo à frente enquanto os outros passam ainda a bufar... Começam bem as férias!


Bilhetado por Brunorix às 11:21
tags:

12
Jun 09























Bilhetado por Brunorix às 11:26
tags:

05
Jun 09
Sessioni atràs de sessioni, o tempo (que agora é cinzento) chove de passagem mas continua quente de emoçao. As diferenças dos participantes sao, na verdade, muito iguais de conhecer e os sabores da partilha sao de pasta, pasta e mais pasta.

A cidade agrada pela empatia, que nao se conhecia, e ferve de glamour em cada rua, que se sente nua de preconceitos e até dos mal feitos. As pessoas respiram simpatia. Gosto. O som do falar é de um cantar que encanta, nao me espanta. Quero voltar e conhecer mais. Levo postais, beijos aos demais.




Bilhetado por Brunorix às 17:29

04
Jun 09
É um posti aqui de Milano, o primeiro de alguns. Muito calor, muita pasta e um hotel muito “merdosi”. A cidade tem um ritmo engraçado e é verdade que abundam pessoas com estilo.

A cultura das duas rodas é impressionante. Engravatados e emprumados, rasgados e outros tarados, saias e agora nao caias, novos e menos também, o filho, o pai e mae... tudo anda de mota e de bicicleta! Que paraiso. (alguns acentos nao existem)

Em 1000 e mais que muitos as trocas partilham-se e a experiencia também. Contactos e mais contactos. Arriverdeci!



P.S. - Ja estive aqui ontem...
Bilhetado por Brunorix às 16:42

16
Mar 09
Inchados os peitos que caminharam por belgas ruas de chocolate alado, na senda de outros sabores e odores e outras dores. Ruas cinzentas de um frio, a espaços, bonito deixaram parcas memórias, mas trouxeram algumas histórias. O cruzamento com uma Bintje Pave de Boeuf



deixou recheio de contentamento em chuva de sabor. O já molhado cabelo, suspirava pelo chapéu esquecido, diria até não trazido, em ruas de tom também chocolate. Uma espécie de African Town na capital da Europa sugeria mudanças capilares com metros e quilos de cabelo vendido ao preço de uma qualquer uve mijone (conhecidíssimo provérbio belga), em porta sim porta sim rua fora.



O Museu trabalhado e no qual se passaram dois dias de simpática troca de realidades, antagonizava da imagem o partido sanitário (não, não é um partido politico belga) em honra da história, a natural.



Já no interior, um compenetrado funcionário estabelecia a ponte tecnológica entre uma PSP (Play Station Portable) e os esqueletos fossilizados mesmo atrás dele, com mais de 130 milhões de anos. Concerteza jogava Dino Crisis na tentativa de melhorar a sua performance em caso de revolta de algum dos enjaulados.

Bilhetado por Brunorix às 17:39

Se o gajo que nos apalpa no aeroporto, para evitar que façamos pirataria do ar por causa de uma moeda no bolso, com a cara a 5 cm da nossa diz qual é o perfume que estamos a usar, isso é impulso? Ou os seguranças Belgas são apenas simpáticos?




Se aquelas empregadas de restauração com curso de primeiros socorros, e bem vestidas, que servem aquelas pseudo-refeições a grandes altitudes, mudam a nossa mala de posição várias vezes, e falam constantemente do nosso delicioso saco de chocolates belgas e à saída ainda perguntam se estão todos, isso é impulso? Ou eles também só comem o que nos dão e têm fome?




Bilhetado por Brunorix às 13:59

Eu, a admirar um prato de Vogelnestje Met Spinaziepuree En Mosterdsauje: Bem, pelo menos já posso dizer que provei comida típica.

Ex - superior hierárquico sentado à minha frente versado nas artes de engenharia: Típico não, isso é tipiquíssimo!



P.S. – Para além de típico, era muito bom. Depois junto foto.

P.S.2 - Aqui vai ela...


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes