Escritas do fundo do mar

13
Jul 09
E ao sétimo livro deu-se o advento da boa leitura. Próximo pela distância de não o conseguir igualar e longe por estar tão perto de alcançar, este 333 de Pedro Sena-Lino é uma ode ao estruturamento da escrita e à métrica dos acontecimentos. Uma ideia muito original (para mim a base fundamental de um bom livro) que nos transporta pelas 333 impressões de uma obra. Ou pelas 333 personagens? Ou o livro é a personagem?

Fundamentalmente, um livro que levanta questões e que deixa muito espaço à imaginação de cada leitor. Um livro não deve ser uma obra fechada, mas sim um local de portas abertas para cada um manobrar o seu veículo de entendimento. Deixemos falar quem sabe:

Quantas aventuras cabem dentro de um livro? Resposta: tantas quantas os seus leitores. 333 é a história das histórias das vidas tocadas por um livro profano que queimava como um livro sagrado. Pedro Sena-Lino leva-nos pela mão até um desses livros que, mais do que ser lido, lê e revela quem o abre. Rui Zink

Uma cornucópia de histórias através do tempo onde se prova que só o amor é imutável. As palavras do poeta ao serviço de uma grande imaginação fizeram de Pedro Sena-Lino um romancista. Dulce Maria Cardoso

É um hino. Ao amor. Amor pelo Livro, pela Palavra. Este primeiro romance de Pedro Sena-Lino faz muito mais do que contar uma história. Marie-Noëlle Ciccia (Universidade de Montpellier)



Poeta, romancista, investigador, declamador ou o que for, Pedro Sena-Lino é sobretudo um amante das letras que se deixa amar por elas. Esse amor é visível em cada linha que escreve, em cada sentimento que ensina e é assim que transpira palavras por cada poro deste romance.

Faço votos para que os (quase) 333 membros deste Clube façam gritar bem alto a opinião que lhes rasga o peito e que lhes incendeia a alma. Bramam as vossas sentenças e gladiem sentimentos, pois a chama do julgamento literário erguerá a sua ira sobre os que não se manifestarem!


P.S. – E já agora não esquecer as sugestões para a próxima leitura.


29
Jun 09
A soberania dos membros do Clube manifestou-se em mais uma votação intensa, ligeiramente abaixo dos 333 votos, e que definiu com 81% das vontades o próximo livro para leitura. Melhor que qualquer eleição europeia, não só não há abstenções, como o número de votos ultrapassa o número de (e)leitores e ninguém votou duas vezes em freguesias diferentes. Mais difícil ainda: tudo sem falcatrua.

Assim sendo, 333 de Pedro Sena-Lino, ocupará as nossas mentes sequiosas de novas histórias durante as próximas semanas. Esta, ou melhor estas, farão as delícias do mais incauto leitor.



Um livro que perturba... e que liga rios

Pedro Sena-Lino explica que 333 "liga todos os grandes rios" dos 32 anos que conta de vida (a poesia, a escrita criativa, a investigação e a prosa). O resultado é uma obra de características especiais, baseado na história de um livro e de todos os seus 333 exemplares impressos.

É a história secreta do impacto de um livro na vida de cada um dos seus leitores, e de como um pedaço de papel pode transformar uma vida. São essas transformações, trezentas e trinta e três, que, efectivamente, vão perturbar o leitor deste 333.

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes