Escritas do fundo do mar

10
Abr 08
Aos amigos ergo o meu copo, aos amigos faço uma vénia, aos amigos planto a minha consideração... porque juntos chegamos ao mar e juntos aprendemos a nadar.

Na aventura da descoberta, desbravamos caminho no meio da realidade das nossas existências. Sem vocês era só mais um, convosco sinto a vontade de abrir portas e janelas na casa das nossas vivências, de explorar o quintal do nosso crescimento, de correr na pista das nossas ideias.




E quando a solidão do descontentamento aperta, uma coisa será sempre certa, sei que os amigos me querem bem porque a eles eu também! E porque o caminhar nos leva no sentido da direcção, rodeio-me de vocês para ter a certeza de que chego lá. A segurança da partilha comanda a vontade de vos conhecer e de vos descobrir cada vez mais. O crescimento do nosso gostar, floresce no jardim da nossa felicidade!


A felicidade de existir merece a consideração de sermos amigos. De vocês me acompanho para continuar a percorrer a estrada da plenitude em direcção ao bem estar de termos nascido uns para os outros.

Aos amigos ergo o meu copo, aos amigos faço uma vénia, aos amigos planto a minha consideração... E porque “a felicidade só faz sentido quando partilhada”, com os amigos partilho o meu espaço!
Bilhetado por Brunorix às 11:18

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16

20
25
26

27


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes