Escritas do fundo do mar

15
Jan 08


Quando vi a junção das nossas paixões
Senti calor
Senti um arrepio
Senti afogar a minha dor
Senti fugir tudo o que fugiu

Quando vi a luz tomei decisões
Senti muita vontade
Senti também certeza
Senti a tua verdade
Senti a tua beleza

Foi um sentir cheio de esperança,
Afinal, sinto como uma criança!

E quando tudo vi
Pensei que tudo tinha visto
E foi aí que percebi
Que de ti, nunca mais desisto!
Bilhetado por Brunorix às 18:05

Boa Foto. Bom Poema. Boa Noite!

Mano Zé
ze a 16 de Janeiro de 2008 às 03:14

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
17
19

20
21
22
24
26

27
29
30
31


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes