Escritas do fundo do mar

28
Jul 08
Sorrio na apatia das mãos de segunda-feira e penso que a vida tem momentos de escrita poética. Afinal somos uns privilegiados! No meio de todas as dificuldades, queixas e azias, vamos passando por experiências e vivências deslumbrantes, dignas de registo para a posteridade.

O Sábado que passou foi iluminado por dois excelentes mergulhos em Peniche: Gruta do Rabo de Asno e Vapor do Trigo (destroço). O tempo ajudou, a expectativa também e o sempre agradável passeio de barco para os spots foi brindado pela surpresa e pelo bónus da circunstância. Sem palavras para não atrapalhar o brilho das imagens…




O Domingo que se seguiu trouxe à tona da memória os tempos de pedalada incessante. Rolar com suavidade, devorar metro atrás de metro, perseguir distâncias e objectivos. O prazer de ser o motor do veículo, faz da dificuldade a alegria do esforço alcançado e suado! Subidas, descidas, vento na cara e pedalar, pedalar, pedalar! Foram só 50 km que para regresso já não vai nada mal… algumas peças ainda se queixam das dores!




O pináculo do dia ainda trouxe mais um troféu do Guadiana, porque vencer aqueles vencidos é uma alegria que dá para toda a semana! Verde de prazer, preparo-me para os dias que faltam. Venham eles!



P.S. – Pensamento do dia: está a começar, mas é a última antes das férias!
Bilhetado por Brunorix às 11:34

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
16
19

20
22
24
26

27
29


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes