Escritas do fundo do mar

19
Abr 08
A magia dos sonhos aparece nas películas da vida, como nuvens no céu. Aparecem, desaparecem, voltam a aparecer e a desaparecer outra vez. O poder de sermos todos e um só durante 2 horas, cresce no imaginário de cada um transportado por um bilhete… de cinema!




Esta arte que se diz sétima, desde 1911 quando Ricciotto Canudo assim a classificou no Manifesto das Sete Artes, é muitas vezes primeira pela grandiosidade de reunir características das 6 precedentes. A ver: 1ª – Música (som), 2ª – Dança (movimento), 3ª – Pintura (cor), 4ª – Escultura (volume), 5ª – Teatro (representação), 6ª – Literatura (palavra).

Não deixa de ser uma das artes “preguiçosas”, pois apenas temos que nos sentar e sem qualquer esforço apreciar o que alguém fez para nosso deleite. Até uma mau filme é bom de ver, pela experiência de o enfrentarmos e podermos depois esgrimir argumentos numa qualquer mesa de café para mostrar a alguém porque assim o foi! O sabor do que nos provocou, é delicioso de partilhar, quer tenha sido mau, bom, alegre, triste, surpreendente, fascinante, inquietante, apreensivo, expectante, brilhante ou mesmo lascivo!

É assim… ADORO cinema! E hoje, vou fazer por isso!
Bilhetado por Brunorix às 18:44
tags:

É engraçado que ainda este fim de semana pensei nisso. O cinema e a capacidade que tem de nos tocar. Revi "Mar Adentro". Ri, chorei e fixei as palavras que descrevem muito
"Mar adentro,
mar adentro.
Y en la ingravidez del fondo
donde se cumplen los sueños
se juntan dos voluntades
para cumplir un deseo."

Assim se faz um filme e a nós, só nos resta, vergarmo-nos em sinal de respeito.
Bom cinema M.
Anónimo a 21 de Abril de 2008 às 14:08

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16

20
25
26

27


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes