Escritas do fundo do mar

30
Abr 08
Para além do habitual pastilhar da Rosa (Sandra) e da Lena de leste, da família de ciganos com as respectivas chapadas e bocas abertas e da muda que não se cala, hoje a Rosa tinha mais uma surpresa…

Do alto, por ser na Alta acho eu, de todo o seu esplendor fashion, a Rosa ostentava uma bela camisa de riscas apertada apenas em 3 botões situados numa zona que eu calculo ser, pela geografia feminina, a do peito, embora não desse para perceber muito bem dada a sua plenitude plana (uma partilhazinha com a Lena e ficavam as duas bem).

Mas afinal, onde está a surpresa?! Ora bem, precisamente na sequência dos 3 botões apertados, vinham todos os outros imediatamente após, por apertar! O que revelava, para quem quisesse claro (só olha quem quer), uma bela zona de cintura com algumas particularidades muito interessantes: a começar pela respectiva dobra sobre o cós das calças aí com uma espessura de 3cm (sem exagero se não, não era surpresa!), aquele picotado conhecido por casca de laranja, mas que a mim me parecia mais tipo cortiça mesmo quando se descasca a árvore e por fim, last but not least um umbigo enorme, acho que deve ser por causa de umbigos destes que a Ilha da Páscoa se chama Te pito o te henúa (umbigo do mundo) na língua local, estou convencido que é ali que ela guarda as pastilhas!




Os meus olhos observantes de espanto, não paravam de seguir o saltitar desta maravilha, pois a Rosa não pára quieta, só alternando de quando em vez a direcção para um grupo de 4 polícias que tomavam café ruidosamente, e que me chamaram a atenção pois dos 4 um era uma (acho eu!) porque tinha unhas pretas de 3cm (curiosamente a medida da dobra da barriga da Rosa, mas aqui já com exagero de autor!), embora tivesse mãos de homem, cabelo comprido e solto, embora tivesse cara de homem, calças da farda enfiadas num rabo de mulher, embora no topo de umas pernas de homem… enfim, uma amálgama de contradições de género que me deixavam indeciso entre barriga, mulher-homem polícia, barriga, muda, barriga, putos a berrar e chapadas, barriga… quer dizer, partilhas!



Nota do autor observador: esta barriga não é a da Rosa, mas o efeito era igual!
Bilhetado por Brunorix às 12:30
tags: ,

Também vi logo que não era a barriga da Rosa.
Onde é que estavam as pastilhas?
Patti a 30 de Abril de 2008 às 12:52

Que mauuuuu ....!
Aluada a 2 de Maio de 2008 às 10:31

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16

20
25
26

27


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes