Escritas do fundo do mar

13
Jan 10
Quem diz 3 diz 6. Toda a gente sabe que de 3 em 3 dias é um conceito de subjectividade temporal que pode variar entre os ditos 3 e outros tantos mais. Neste caso 6. Premissas à parte passemos à segunda bicicleta desta viagem de colectâneas. Segundo a ordem editorial da obra a autora que se segue é a Manuela Fabião com António Feliciano ou a Persistência da Memória.

O Abílio da Drogaria está passível de comentários no post anterior enquanto as delícias do pedal se fazem ao som deste próximo conto. Dentro de 3 dias (subjectivos, claro) lançaremos mais uma bicicleta e comentamos esta. Boas pedaladas!



Bilhetado por Brunorix às 14:50

Adorei este conto que anuncia uma nova escritora que nos deixa na expectativa da sua nova publicação. Aguardo ansiosamente. Joana Castanheira Mendonça.
Anónimo a 17 de Janeiro de 2010 às 17:52

Que bonito Manela. Quem me dera escrever assim.Muitos parabéns. Beijinhos da Céu.
Céu Castanheira a 17 de Janeiro de 2010 às 18:02

Da persistência da minha memória"O mar, na sua incontida fúria,não escolhe vítimas"-assim começava a redacção que me fizeste e com a qual brilhei numa aula de português no liceu.Já então te pressentia fadada para outros voos.Gostei muito do A.F.Beijinhos da Mi
Maria José Oliveira a 18 de Janeiro de 2010 às 09:36

"Porque só aos poetas eu permito que finjam." É o início de uma carta que vai abalar as mais “felicianas” convicções. É também uma pérola deste conto da Manuela que eu vi nascer e crescer. As suas frases lapidares são o espelho da sua alma frontal e sincera.

“TCHANTCHAN” Que belo conto vindo de uma escritora que lê cada vez melhor! :)
Brunorix a 20 de Janeiro de 2010 às 18:30

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15

17
18
19
21
23

24
25
27
30

31


Bilhete Radiofónico

 

BILHETE`S DIVER
EMÍLIO DO BILHETE
bilhetedeida@gmail.com
BLIHETES PUBLICADOS

 

 

 

Encontrar Bilhetes